Isi Artikel Utama

João V. Guedes-Neto
University of Pittsburgh
United States
https://orcid.org/0000-0001-6881-1166
Biography
Vol. 10 No. 1 (2021), Book reviews, pages 185-190
DOI: https://doi.org/10.14201/rlop.26331
How to Cite

Downloads

Download data is not yet available.

Rincian Artikel

References

Adorno, T. W. (1980). Lírica e sociedade. In: Benjamin, W., Horkheimer, M., Adorno, T. W., Habermas, J. - Textos Escolhidos. São Paulo: Abril Cultural.

Adorno, T. W. (1984). Dialectica negativa. Madri: Espanha: Taurus Ediciones.

Adorno, T. W. (1994a). Teses sobre sociologia da arte. In: Sociologia (Org. por Gabriel Cohn). São Paulo: Editora Ática.

Adorno, T. W. (1994b). O ensaio como forma. In: Sociologia (Org. por Gabriel Cohn). São Paulo: Editora Ática.

Adorno, T. W. (1995). Sobre sujeito e objeto. In: Palavras e Sinais: modelos críticos 2. Petrópolis: Vozes.

Adorno, T. W. (2001). Epistemología y ciencias sociales. Madrid: Ediciones Cátedra.

Adorno, T. W. (2008a). Introdução à sociologia. São Paulo: Editora UNESP.

Adorno, T. W. (2008b). Lectures on negative dialectics: fragments of a lecture course 1965-1966. Cambridge, MA: Polity Press.

Adorno, T. W. (2009). Dialética negativa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor.

Almeida, F. M. (2005). Máscaras da insanidade: emergências e ressurgências do conceito de psicopatia na psiquiatria contemporânea. Psychiatric online Brasil, 12, 1-12. Recuperado em 22 de julho de 2013 de http://www.polbr.med.br/ano07/wal1207.php

Borzuk, C. S. (2014) O fortalecimento das explicações naturais para os fenômenos sociais ligados ao crime. Tese de doutoramento. Universidade de São Paulo. São Paulo-SP.

Henriques, R P. (2009). De H. Cleckley ao DSM-IV-TR: a evolução do conceito de psicopatia rumo à medicalização da delinquência. Rev. Latinoamericana de psicopatologia Fundamental, 12 (2), 285-302.

Horkheimer, M. & Adorno, T. W. (1985). Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor.

Mathes, P. G. (2010). Criminalização da loucura e medicalização do crime: trajetórias e tendências da psiquiatria forense. Dissertação de Mestrado, UFSC, Florianópolis.

Mendonça, M. J. C., Loureiro, P. R. A. & Sachsida, A. (2002). Interação social e crimes violentos: uma análise empírica a partir dos dados de Presídio de Papuda. Estudos Econômicos, 32 (4), 621-641.

Morana, H. P. (2003). Identificação do ponto de corte para a escala PCL-R (psychopathy checklist revised) em população forense brasileira: caracterização de dois subtipos da personalidade: transtorno global e parcial. Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, São Paulo-SP.

Rusche, G. & Kirchheimer, O. (2004). Punição e estrutura social. Rio de Janeiro: Revan.

Terra, O. G. (2009). Relação entre o comportamento agressivo e/ou violento e alterações na neuroimagem. Dissertação de Mestrado. PUCRS, Porto Alegre.

Yamada, L. T. (2009). O horror e o grotesco na psicologia – a avaliação da psicopatia através da escala Hare PCL-R (Psychopathy Checklist Revised). Dissertação de Mestrado. Universidade Federal Fluminense, Niterói-Rio de Janeiro.