Contenido principal del artículo

Uende Aparecida Figueiredo Gomes
Universidade Federal de Minas Gerais
Brasil
Biografía
Léo Heller
Centro de Pesquisas René Rachou: Fiocruz Minas
Brasil
Vol. 72 (2016): Brasil, Artículos Monográficos, Páginas 129-144
DOI: https://doi.org/10.14201/alh201672129144
Derechos de autor Cómo citar

Resumen

El objetivo del presente estudio fue evaluar la adecuación de las intervenciones de saneamiento básico en las áreas de villas y favelas en el Brasil. La metodología consistió en el análisis documental, observación participante y realización de entrevistas semiestructuradas con los profesionales involucrados y las comunidades locales en un estudio de caso comparativo. Los resultados apuntan a la existencia de consenso entre los técnicos en cuanto a la necesidad de prácticas intersectoriales. Sin embargo, prevalece la actuación individual e informal. En las comunidades, el elevado nivel de carencia se refleja en la perpetuación de la exclusión del acceso al saneamiento.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Detalles del artículo

Citas

Almeida Filho, Naomar. Intersetorialidade, transdiciplinaridade e saúde coletiva: atualizando um debate em aberto. Revista de Administração Pública, 2000, nov./dic., vol. 34 (6): 11-34.

Belo Horizonte. Companhia Urbanizadora de Belo Horizonte. Projeto Multissetorial Integrado. Belo Horizonte, 2004.

Borja, Patrícia Campos y Moraes, Luiz Roberto Santos. Saneamento como um direito social, 2005. Disponible en: http://servicos.semasa.sp.gov.br/admin/biblioteca/docs/PDF/35Assemae125.pdf. Fecha de consulta: 10 diciembre 2007.

Brasil. Ministério das Cidades. Lei n.º 11.445 05/01/2007. Estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico. Disponible en: http://www010.dataprev.gov.br/sislex/paginas/42/2007/11445.htm. Fecha de consulta: 1 octubre 2007.

Ferraz, Hermes. Filosofia urbana. São Paulo: João Scortecci, 1997.

Gomes, Uende Aparecida Figueiredo. Intervenções de saneamento básico em áreas de vilas e favelas: um estudo comparativo de duas experiências na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Dissertação (Mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos). Escola de Engenharia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.

Heller, Léo. Esgotamento sanitário em zonas de urbanização precária. Dissertação (Mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos). Escola de Engenharia, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 1989.

Junqueira, Luciano Prates. Intersetorialidade, transetorialidade e redes sociais de saúde. Revista de Administração Pública, 2000, nov./dic., vol. 34 (6): 11-34.

Junqueira, Luciano Prates; Inojosa, Rose Marie y Komatsu, Suely. Descentralização e intersetorialidade na gestão pública municipal no Brasil: a experiência de Fortaleza. xi Concurso de Ensayos del clad. Caracas, 1997.

Minnicelli, Joao Luiz Portolan Galvao. Regularização fundiária em áreas de proteção permanente (app’s): conflitos da gestão urbanística e ambiental. Dissertação (Mestrado em Urbanismo). Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologia, Pontifica Universidade Católica de Campinas. Campinas, 2008.

Moraes, Luiz Roberto Santos; Borja, Patrícia Campos y Santos, Robert Ferreira. Avaliação do uso e funcionamento do sistema condominial de esgotos em área periurbana de Salvador-Brasil. En Anais Congresso Interamericano de Engenharia Sanitária e Ambiental, 27. Porto Alegre: aidis, 2000.

Moura, Heloísa Soares. Habitação e produção do espaço em Belo Horizonte. En Monte-Mor, Roberto L. de Melo (org.). Belo Horizonte: espaços e tempos em construção. Belo Horizonte, cedeplar/pbh, 1994: 51-77.

Paula, Kelly Andressa; Palha, Pedro Fredemir y Protti, Simone Teresinha. Intersetorialidade: uma vivência prática ou um desafio a ser conquistado? O Discurso do Sujeito Coletivo dos enfermeiros nos núcleos de Saúde da Família do Distrito Oeste-Ribeirão Preto. Brasil. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, 2004, mar./ago., vol. 8 (15): 331-348.

pnud. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Relatório do Desenvolvimento Humano, 2006. Disponible en: http://www.pnud.org.br/hdr/arquivos/RDHglobais/hdr2006_portuguese_summary.pdf. Fecha de consulta: 15 julio 2007.

Rubinger, Sabrina Dionísio. Desvendando o conceito de saneamento no Brasil: uma análise da percep­ção da população e do discurso técnico contemporâneo. Dissertação (Mestrado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos). Escola de Engenharia, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2007.

Santos, Ana Lucia. Condições dos Sistemas de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário em Favelas e Periferias Urbanas - Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Dissertação (Mestrado em Demografia). Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 1985.

Silva, Sara Ramos. O papel do sujeito em relação à água de consumo humano: um estudo na cidade de Vitória-es. Tese. Doutorado em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Escola de Engenharia, Universidade federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2007.

Souza, Cezarina Maria Nobre. A Relação Saneamento-Saúde-Ambiente: um estudo sobre discursos setoriais na perspectiva da promoção da saúde e da prevenção de doenças. Tese. Doutorado em Saúde Pública. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, fiocruz, 2007.

yks Serviços. Relatório. Contagem, 2006. Relatório. Impresso. No publicado.