Contenido principal del artículo

Alejandra Sánchez Polo
Dpto. de Prehistoria, H.ª Antigua y Arqueología. Facultad de Geografía e Historia-USAL. C/ Cervantes, s/n. 37002 Salamanca
España
Biografía
Vol. 83 (2019), Recensiones, Páginas 213-215
Cómo citar

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Detalles del artículo

Citas

CARVALHO, Fernanda (1996). Koixomuneti e outros curadores: Xamanismo e práticas de cura entre os Terena. São Paulo: USP, Dissertação de Mestrado em Antropologia Social.

IVARRA ORTIZ, R; SANTOS, A. C; MOURA, N. S. P. Da Província ao Estado de Mato Grosso (1860- 1930): a metamorfose dos Terenas ao cristianismo. Diversidade Religiosa, v. 7, p. 102-116, 2017.

JOSÉ, Mariano. Depoimento do benzedor de Bananal Mariano José da, fev. 2008. In: MOURA, Noêmia S.P. (2001). UNIEDAS: O Símbolo da Apropriação do Protestantismo Norte-Americano pelos Terena Crentes (1972-1993). Dissertação de Mestrado em História. UFMS, Campus de Dourados-MS. p. 199.

MAUÉS, R. H.; VILLACORTA, G. M. Pajelança e encantaria amazônica. In: Jornadas Sobre Alternativas Religiosas Na América Latina, 8., São Paulo. São Paulo, 1998. Disponível em: . Acesso 10 mai. 2007. p. 2- 34

MOURA, Noêmia S.P. (2001). UNIEDAS: O Símbolo da Apropriação do Protestantismo Norte-Americano pelos Terena Crentes (1972-1993). Dissertação de Mestrado em História. UFMS, Campus de Dourados-MS.

MOURA, N.S.P. & ZORZATO, Osvaldo (2004). O Processo de apropriação do Protestantismo Norte-Americano pelos Terena através da UNIEDAS. In: WRIGHT, Robin M. Transformando os Deuses: Igrejas Evangélicas, Pentecostais e Neopentecostais entre os Povos Indígenas no Brasil. Campinas, SP: Edunicamp, Vol. II, 2004.

SILVA, Miguelina. (Depoimento da benzedeira Miguelina Silva fev. de 2008). In: MOURA, Noêmia S.P. (2001). UNIEDAS: O Símbolo da Apropriação do Protestantismo Norte-Americano pelos Terena Crentes (1972-1993). Dissertação de Mestrado em História. UFMS, Campus de Dourados-MS, p. 198.

WRIGHT, Robin M. (Org.). Transformando os Deuses: Igrejas Evangélicas, Pentecostais eNeopentecostais entre os Povos Indígenas no Brasil. Campinas, SP: Edunicamp, Vol. II, 2004.

XIMENES, Lenir (2017).A Retomada Terena em Mato Grosso do Sul: Oscilação Pendular entre os Tempos e Espaços de Acomodação em Reservas, Promoção da Invisibilidade Étnica e Despertar Terena. Tese de doutorado do PPGH/UFGD, Dourados-MS.